Documentário “Atravessa a Vida” de João Jardim aborda temas importantes sobre a adolescência pré-enem

Na quinta-feira (14), chega aos cinemas o novo documentário de João Jardim, “Atravessa a Vida”, que aborda a situação dos jovens que estão se preparando para o ENEM, o exame de maior importância no país para o ingresso no ensino superior.

O registro mergulha no universo escolar e adolescente dos jovens de Simão Dias, cidade de 40 mil habitantes no interior sergipano. O Centro de Excelência Dr. Milton Dortas, escola com cerca de mil alunos, representa um recorte das dificuldades na educação brasileira. 

Levando em consideração que o ENEM 2021 começa no dia 17 de janeiro, o timing para o lançamento do documentário é de total importância para se levantar pautas de discursão, não só sobre o vestibular, mas diversas outras questões que envolvem a educação no Brasil e de importância para a formação psicológica dos adolescentes.

Nos primeiros minutos do documentário, achamos que seria uma romantização declarada da meritocracia, já que as palavras abordadas são de motivação, esperança, garra e perseverança. Mas, com o desenrolar da narrativa, percebemos de maneira silenciosa as limitações do ensino, a dificuldade dos estudantes em ter acesso a determinados assuntos e a história de vida de cada um (e como isso afeta no desempenho escolar).

Também de maneira silenciosa, outras pautas que se apresentam no cotidiano adolescente são apresentadas e discutidas como o aborto, o suicídio e a depressão, já que entre os jovens no Brasil, os dados são alarmantes. João Jardim também insere de maneira silenciosa, personagens que vão ganhando comoção ao espectador em saber o que realmente vai mudar em suas histórias de vida. Ele mostra a pressão que os estudantes sofrem ao passarem por essa fase decisória.

João Jardim em “Atravessa a Vida” – Copacabana Filmes/Divulgação

O documentário também tem uma linguagem fácil que, sem dúvida é uma estratégia para alcançar públicos mais jovens que estão preocupados com o ENEM desse ano, mas que também insere uma ideia de debate para facilitar o acesso a educação e ao ensino superior. O documentário Simples, mas importante.

Este é o segundo trabalho de João Jardim a abordar o tema. “Pro Dia Nascer Feliz” (2006) trazia histórias de estudantes de Estados e classes sociais distintas sobre medos e anseios da vida escolar. O filme alcançou mais de 50 mil espectadores nos cinemas e conquistou diversos prêmios, incluindo Melhor Documentário na Mostra de São Paulo. Jardim também é diretor dos premiados “Janela da Alma”, “Amor?”, “Getúlio”, e codiretor do documentário indicado ao Oscar “Lixo Extraordinário”.   

Sem dúvida “Atrevessando a Vida” é um registro necessário para a conscientização de pautas voltadas para a educação, a proteção do adolescente no brasil e a reformulação de estruturas pedagógicas, com foco em mais acessibilidade aos jovens.

Avaliação: 5 de 5.

Atravessando a vida chega aos cinemas no dia 14 de janeiro, confira o trailer:

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s